19.11.2019 - Post : Quais os benefícios de usar probiótico na alimentação dos animais?

Todo animal após o nascimento adquire uma microflora intestinal que é característica de cada espécie. Essa flora após ser formada e se apresentar estável auxilia o animal a resistir a infecções, principalmente no trato digestório.

Alguns fatores podem influenciar na estabilidade dela, tais como: fatores nutricionais e ambientais, por exemplo: em condições de stresse há uma queda dos microrganismos benéficos e um aumento dos patogênicos (microrganismos capazes de causar doenças).

Os probióticos são microrganismos vivos, que em quantidades adequadas podem ser incluídos nas dietas dos animais, pois promovem o desenvolvimento da flora microbiana do intestino, trazendo benefícios à saúde do hospedeiro.

Alguns dos efeitos benéficos do uso do probiótico na alimentação dos animais são:

  • Melhorar o sistema imune e aumentar a resistência às doenças. Os probióticos ficam grudados na parede do sistema digestório, formando uma barreira física que compete com os patógenos por espaço, nutrientes e energia. Consequentemente o sistema imune melhora, pois os probióticos aumentam as atividades das células de defesa dos organismos e também produzem substâncias que diminuem ou interrompem o crescimento das bactérias patogênicas. 
  • Melhorar no processo de digestão e absorção dos nutrientes. Alguns microrganismos produzem enzimas que favorecem os processos digestivos e melhoram o crescimento dos animais.

As espécies de bactérias mais utilizadas são pertencentes ao gênero: Bacillus, Bifidobacterium, Lactococcus, Lactobacillus, Streptococcus, Entereococcus e as leveduras como a Saccharomyces.

Nos alimentos para peixes de estimação da Nutricon utilizamos probiótico composto por várias espécies (Bacillus subtilis, Bifidobacterium bifidum, Enterococcus faecium, Lactobacillus acidophilus, Lactobacillus casei, Lactobacillus lactis, Lactobacillus plantarum, Pediococcus acidilactici), com o intuito de potencializar o efeito de cada um desses microrganismos no animal.

O fornecimento contínuo de probióticos na dieta favorece a formação de uma microbiota saudável e equilibrada e consequentemente melhora a saúde do animal.

 

Texto: Samara Mostafa

Zootecnista da Nutricon

 

Bibliografia:

Oliveira, N. S; Fabregat, T. H. P. Avaliação do hidrolisado proteico de sardinha e de probiótico comercial como promotores de crescimento para juvenis de jundiá. 2017 Tese (Mestrado) Universidade do Estado de Santa Catarina.

Butolo, J. E. Qualidade de ingredientes na alimentação animal. 2010. 2a Edição. Colégio Brasileiro de Nutrição Animal. Campinas.

Santos, V. B; Karassawa, I; Silva, V. V; Sobrinho, M. A. Uso de probióticos para aumento de produtividade no cultivo de tilápias. Secretaria da Agricultura e Abastecimento. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios. 2015. Presidente Prudente.

Voltar