04.08.2020 - Post : Como cuidar de Kinguios?

O Kinguio é um dos peixes mais populares e vendidos em todo o mundo. Eles e as carpas pertencem a família dos Ciprinídeos. Apesar de serem os peixes, mais domesticados do mundo e mantidos em aquários a mais de 5 séculos, os Kinguios ainda sofrem muito por cuidados inapropriados em sua alimentação, seu espaço e sua biologia. Embora necessitem de grandes volumes de água, ainda são mantidos em aquários muito pequenos, com filtragem inapropriada ou inexistente. São peixes que podem atingir o tamanho de até 20cm e 1 kg de peso, dependendo da sua variação, a média é que cheguem a 15cm de comprimento da cabeça a cauda.

Os Kinguios são provenientes de uma única espécie de Carpa Cinzenta-escura, nativa da China. E foram domesticados na China a mais de 2000 anos e levado ao Japão no ano de 1502, onde era criado como animal de estimação pela família dos ricos e nobres. Se popularizou no império Meiji, que se iniciou em 1867 e foi quando se aprimorou suas cores e variedades. Em seguida foi introduzido no Europa no final do mesmo século e hoje possuem mais de 150 variações, essas bem distintas uma das outras com variantes com partes bem exóticas e belas. Foram introduzidos no Brasil no ano de 1926 por um imigrante japonês, Sigeiti Takase, que trouxe uns exemplares com ele do seu país de origem sendo assim uma das primeiras espécies de peixe ornamental a ser cultivada no Brasil.

O Kinguios conhecidos pela ciência como Carassius Auratus possuem vários nomes populares dependendo da região, e podem ser conhecidos como: Peixe-Dourado, Peixe-Vermelho, Peixejaponês ou só Japonês. São peixes muito dóceis, vulgarmente chamado de “bobo”, pelos aquaristas, por serem peixes que dificilmente reagem a agressividade de outras espécies de peixes, por esse motivo não se indica colocar o Kinguio, com outras espécies de peixes. As caudas dos Kinguios, são um “atrativo” para serem beliscadas por peixes mais agressivos ou agitados. O mais indicado de colocar com eles são, peixes de fundo e comedores de algas, que auxiliam na limpeza, eliminando o resto de ração que os Kinguios deixam sobrando no sistema.

Kinguios possuem um sistema digestivo bem diferente dos outros peixes, possuem um estômago quase sem função, passando o alimento quase que diretamente para o intestino, que já começa a absorção dos nutrientes, com isso devemos dar uma alimentação própria para os mesmo, que absorvam bem os nutrientes, ficando mais saudáveis e sujando menos a água. Recomenda-se o uso das rações da NUTRICON GOLDFISH CRESCIMENTO, GOLDFISH COLOR e como suplemento a SPIRULINA. Rações inadequadas trazem muito prejuízo a saúde dos peixes e muita sujeira ao aquário. Importante também que a alimentação do seu peixe seja feita em no mínimo 3 vezes por dia, nunca em excesso, para que o peixe consiga aproveitar mais o alimento sem que o aquarista coloque muita ração na água, lembrando que essa ração deve ser consumida em até 3 minutos.

Um aquário de Kinguio bem montado deve ter um espaço físico suficiente para abrigar os animais de forma saudável, ou seja, um aquário e filtragem que suportem esses animais, que tem um sistema digestivo bem específico como citado anteriormente. Um aquário ideal para os Kinguios, é um aquário que tenha uma filtragem com uma passagem de água de no mínimo 5 a 10 vezes o volume total de água do aquário e que o aquário tenha espaço para que os peixes possam nadar livremente. São peixes que não gostam de muita correnteza, como bombas fortes dentro do aquário, por isso a filtragem tem que ser eficiente para uma boa oxigenação da água, muito comum o uso de cortina de bolhas de ar, que além de uma decoração, eleva em grande quantidade a taxa de oxigenação da água.

O pH do aquário de Kinguios, também é algo que devemos nos atentar bastante, são animais que vivem em águas levemente alcalinas, com uma escala entre 7,2 à 7,8 de pH, são animais, que sofrem bastante em com a acidez da água. Para evitar que a água fique acida, cuide dos parâmetros, meça semanalmente o pH da água do aquário com o Teste de pH da Nutricon, e corrija se necessário com o Alcalinizante da Nutricon. Lembrando que para evitar essas quedas de pH, devemos manter o aquário saudável, fazendo trocas de água regulares, em média de 20% do volume de água semanalmente. Use um Sifão para retirar a água do aquário e junto retirar toda matéria orgânica presa no cascalho. Antes de retornar à água para o aquário, retire Cloro, Cloramina e metais pesados, utilizando o Condicionador de água da Nutricon, acompanhe o pH da água que vai entrar no aquário e corrija, caso o pH da água da torneira da sua região seja acida, alcalinize a mesma.

Os Kinguios, são peixes “estabanados” para nadar, nadam sem se preocupar com o que acontece ao seu redor, esbarando em tudo, com isso a preocupação com a decoração do aquário de Kinguios, deve ser simples sem muitos objetos. Com plantas artificiais e algumas pedras consegue-se fazer um layout de aquário bonito e seguro para os peixes. Plantas naturais são uma boa escolha, os Kinguios iram beliscar e se alimentar das plantas, criando um enriquecimento ambiental interessante para os peixes, folhas mais largas e grossas dificultam que os peixes comam as plantas, mantendo-as vivas por mais tempo. Pedras no fundo são um grande atrativo para os Kinguios, adoram revirar o fundo procurando alimentos, que é um hábito natural, vindo da carpa cinzenta que deu origem a espécie.

Os Kinguios são peixes de água fria, podendo viver em temperaturas entre 8°C até 28°C, mas a temperatura ideal para o Kinguio é de 24°C. Como qualquer peixe o ideal é que a temperatura seja estável sem grandes variações de temperatura. Com isso a importância do aquecedor com termostato.

Iluminação tem fator essencial qualidade de vida do Kinguio, mesmo o aquário em questão não existir organismos fotossintetizantes, como planta, a iluminação em quantidade ideal auxilia na diminuição do estresse, organiza o organismo do peixe com dia e noite, lembre-se é muito importante que o peixe tenha dia e noite sempre no mesmo horário. Se possível coloque um timer, para controlar o horário dessa iluminação.

Os Kinguios são peixes belos, grandes e calmos, segundo a cultura oriental são peixes que trazem mais calma e paz a nós seres humanos e aquaristas, da mesma forma que nos traz paz, devemos dar o mesmo a eles, entregando um ambiente saudável e perfeito, essa é a forma de retribuir tudo de bom que esses lindos animais tem a nos trazer.

 

Texto: Bruno Colella Ragucci

Biólogo 

Voltar