15.01.2020 - Post : O que são antioxidantes? E para que servem?

Os antioxidantes, segundo a United State Food and Drug Administration (U.S.F.D.A.), são definidos como substâncias empregadas para preservar alimentos e para retardar a deterioração, a rancidez ou a descoloração causada pela oxidação, além de atuarem como inibidores de radicais livres, interferindo no mecanismo de autoxidação (oxidação dos líquidos) dos lipídeos (moléculas de gorduras).

Os antioxidantes são aditivos adicionados às formulações dos alimentos destinados aos animais de estimação, com a finalidade de conservar, ou seja, proteger os nutrientes dos danos oxidativos que podem ocorrer em condições de armazenamento errado ou no momento que estiverem sendo utilizados.

Nas formulações das rações são utilizados ingredientes, como farinha de peixe, óleo de peixe e óleo de soja, que apresentam alta suscetibilidade a oxidação, por isso devem ser preservados com antioxidantes. A gordura presente nestes alimentos reage com o oxigênio ocorrendo o processo de rancificação das gorduras, produzindo assim perda do conteúdo calórico e formas tóxicas de peróxido que consome as vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K) e podem causar danos à saúde do animal.

Os antioxidantes para serem eficazes devem ser adicionados na dieta quando ela estiver sendo processada.

Algumas das qualificações que os antioxidantes devem possuir para serem utilizados nos alimentos para animais de estimação são:

  • Serem eficazes na conservação de gorduras de origem animal e vegetal, vitaminas e outros alimentos susceptíveis à oxidação;

  • Não devem ser tóxicos ao homem e nem aos animais;

  • Ser eficazes em baixas concentrações;

  • Não devem alterar o sabor, cor e odor dos alimentos;

  • Devem ser eficazes e apresentar boa resistência à diferentes condições de temperatura, pressão e umidade (apresentar estabilidade em diferentes condições de armazenamento e no processamento dos alimentos).

 

 

Texto: Samara Mostafa

Zootecnista da Nutricon

Referência:

• Butolo, J. E. Qualidade de ingredientes na alimentação animal. 2010. 2a Edição. Colégio Brasileiro de Nutrição Animal. Campinas.

 • Wortinger, A. Nutrição para Cães e Gatos. 2009. 1a Edição. Editora Roca. São Paulo.

 

Voltar