14.10.2020 - Post : Qual a diferença entre alimento extrusado e em flocos?

Os principais tipos de preparo que os alimentos para peixes de estimação são produzidos é a extrusão e a floculação. Nas dietas para peixes esses processos são necessários para que os nutrientes não se percam quando em contato com a água.

Já descrevemos em um post anterior sobre as vantagens do processo de extrusão que melhora o valor nutricional da dieta, pois a mistura de ingredientes é aquecida e umedecida, submetida a alta pressão produzindo peletes de baixa densidade que flutuam na água. A adição de calor e umidade altera os componentes da mistura e melhora a digestibilidade dos nutrientes, a palatabilidade e a estabilidade do alimento na água.

No processo de floculação se produz os alimentos em flocos, este é o tipo mais conhecido de alimento para peixes de estimação, ele consiste em moer finamente todos os ingredientes da formulação, em seguida são umedecidos até o ponto de formar uma pasta dos ingredientes, depois são secos em rolos aquecidos e por fim os pedaços de flocos de alimentos são quebrados em pequenos pedaços. Apresentam aspecto de confetes de papel.

Os alimentos em flocos são indicados para os peixes que se alimentam na superfície e meio da coluna d’água. Uma das vantagens é a de poderem facilmente ser quebrados em tamanhos menores que se ajustam ao tamanho da boca dos peixes pequenos. Esta atividade deve ser realizada somente na quantidade que será ofertada naquele momento da refeição. Outra vantagem deste alimento é que são indicados para aquários comunitários, pois facilita a alimentação já que habitam peixes que se alimentam na superfície e meio da coluna d’água e possuem diversos tamanhos.

A Nutricon apresenta três tipos de alimentos em flocos: Nutriflakes, Premium Flakes e Nutricores.

 

Texto: Samara Mostafa

Zootecnista da Nutricon

Bibliografia:

Moro, G.V.; Rodrigues, A. P. O. Rações para organismos aquáticos: tipos e formas de processamento. Embrapa Pesca e Aquicultura. Palmas. TO. 2015.

Voltar