03.06.2020 - Post : O que é e como funciona esse tal de pH?

Vamos lá, pH significa potencial hidrogeônico?  Para responder isso vamos falar e entender um pouco da formula da água, H₂O.

A formula H₂O significa que a água é composta de duas moléculas de hidrogênio (H), que é representada pelo (H₂), e uma molécula de oxigênio, representada pelo (O) da formula, até aí sem muitas novidades.

Mas a questão é que a água não é composta apenas por moléculas completas, com os dois hidrogênios e um oxigênio ligados perfeitamente, nela você também tem moléculas de hidrogênio livre, ou seja, completamente sozinho, sem se ligar a nada e é exatamente esse hidrogênio livre, o responsável pelo pH.

Quando falamos de pH, estamos falando da quantidade de moléculas livres de hidrogênio que existem naquela água, e essa quantidade de hidrogênio livre é o que determina se o pH é ácido, neutro ou alcalino. Pois quanto mais hidrogênio livre existir, mais ácida será a água.

E como saber quanto hidrogênio livre existe na água do meu aquário?

É simples, com um teste de pH você consegue descobrir isso.

Existe uma escala para se medir o pH, e essa escala vai da 0 a 14, sendo 0 o mais ácido e 14 o mais alcalino, porém, nos aquários não vamos ver um exemplo de pH tão extremo assim.

Como as variações de pH em um aquário não se chega aos limites de ácido ou alcalino como citado acima, a Nutricon, desenvolveu um teste de pH, para atender a maioria dos aquários de água doce, com escala super dimensionada que vai de 5,8 a 8,6.

Um aquário de pH 7 (neutro), teria parâmetros de 6,8 (levemente ácido) até 7,2 (levemente alcalino), sendo o pH 7, o mais neutro possível.

Lembrando que nós não devemos misturar peixes que vivem em águas com pH diferentes, pois com certeza o peixe vai sofrer ou até morrer caso o pH não esteja correto para a fisiologia da espécie no aquário. Por isso ele é tão importante e devemos estar sempre atentos ao pH do aquário, quando formos adquirir um peixe.

 

André Moretto

Biólogo da Nutricon

Voltar